quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Cenas do baby

Ao contrário do habitual, hoje foi o Pai a ir buscar o baby G. ao colégio, enquanto eu fui pôr a conversa em dia com uma amiga muito querida. 

O  Pai decidiu ir ter connosco à pastelaria e, assim que o pequenote me viu só queria atenção. Beijinhos, abraços, olhos nos olhos... Não tenho a mínima dúvida de que ele é completamente apaixonado por  mim.

A nossa amiga teve de ir embora e nós ficámos mais um pouco. Eis quando o baby G. como que ficou possuido e fez uma birra de fugir. Queria "ainha", entenda-se maminha, e pedia-a alto e a bom som, com choro pelo meio.

Se é verdade que sou completamente a favor da amamentação e acho que, podendo e querendo, se deve fazê-lo o máximo de tempo possível, também é verdade que não gosto de fazê-lo em público. Admiro quem o faz, sem pudores, com a maior das naturalidades. Mas eu não consigo!

O marido nessas coisas é super descomplicado e, muitas vezes, é o primeiro a dizer para satisfazer a vontade do pequeno, seja onde for. Mas a minha resposta permanece sempre a mesma. "Aqui não. Nem pensar!" Por isso, lá fomos nós embora para satisfazer as necessidades do baby.

Sigam-nos no facebook e no instagram!

2 comentários:

  1. No outro dia, houve uma reportagem no Voce na TV sobre desconforto em amamentar em publico, e tanto que a Cristina (jornalista, não é a Ferreira) procurou por pessoas que não estivessem muito há vontade para o fazer em publico... ela ligou-me também, mas eu, dos meus contactos não conhecia ninguém... à proxima já sei :)
    E quanto ao tema, cada uma sabe o melhor e o mais confortável para si e o seu bebe. :) Seja onde for,e como for...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente! Sem fundamentalismos. :)
      Um beijinho

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...